Jesus não nasceu em dezembro. Essa é a discussão?

 

Basta um click e inúmeras são as páginas que falam sobre o não aniversário de Cristo em dezembro. Alguns falam sobre as estações do ano. Jesus, nasceu na primavera…  Outros apontam que Zacarias (pai de João Batista), era membro do grupo sacerdotal de Abias (Lc 1:5) que, segundo rabinos, ministrava no templo em maio e novembro.

Como o anjo Gabriel apareceu a Zacarias no templo, mandando-o para casa, quando provavelmente concebeu o filho (João), logo, isso seria em junho ou dezembro, sendo que João nasceu nove meses depois, então as possibilidades do nascimento de cristo seriam março ou setembro do ano seguinte. Lucas 2:4-7.
Outros falam sobre a posição das estrelas que na época tinham uma conotação diferente e não eram relacionadas a religiões pagãs. Mateus 2:9-12. E sim astronomia e ciência.

E muitos cristãos ignoram isso por confundir astronomia (estudos dos astros) com astrologia (estudo dos zodíaco), coisas completamente diferentes.  E na verdade, é sabido que o universo é regido numa dinâmica estelar. (Queria falar de Star Wars agora, rsrsr)  mas, vamos lá, sendo um pouco superficial no inicio de nossa conversa.(prometo deixar textos no final sobre o assunto). Somente durante o século IV que o nascimento de Cristo começou a ser celebrado pelos cristãos até então a sua principal festa era a Páscoa, morte e ressureição.

Enquanto nossas discussões ficarem no âmbito do conhecimento, e nossas prioridades no âmbito de quem sabe mais… o Espírito de Deus clama pelo simples. Pela entrega… E a pergunta hoje não é se você sabe a data exata que Jesus nasceu e se isso muda sua vida, além de uma ceia natalina, mas, sim pelo fato de que muitos se desdobram em  descobrir livros, estudos, pesquisas… e se perdem na imensidão de achismos e palavras enquanto Deus só quer ser conhecido.
O que pretendo dizer é que não é somente estudar, mas, as vezes faz mais sentido sentir a presença de Deus, viver nela, do que ter todo o conhecimento do mundo. O ideal é unir os dois, e perguntar onde há Deus em conversas que discutem saberes e não o amor, perdão e graça.
De fato quem experimenta a presença de Deus tem ciência de sua santidade, logo se vê sem ela também e identifica a necessidade dela. Discutir nascimentos, não é meu forte, e aconselho que não seja o seu se for a sua primeira opção. Se esforce em ser bom chamando a atenção de Deus. No desenvolvimento das características do aniversariante. Estou convencida que além de pedimos benção de Deus precisamos mesmo é de transformação.  E para que serve  palavra se não for para informar ao homem seu pecado e a salvação em Yeshua?

Nos últimos anos vimos a igreja passar por tantos processos no Brasil, novas denominações, tribos, ideologias e dogmas… E na verdade onde está a verdade? Ela é simples… Ela  sempre será a cruz! E a data do nascimento precisa ser celebrada todos os dias. Porque graças a Deus, PAI, houve um nascimento, um menino se nos deu… E  ao crescer seu sangue foi derramado, por mim e por você. Seu aniversário… São todos os dias. Pois todos os dias é dia de festa por sua existência.
Ele nasceu, cumpriu sua missão, e nos aguarda!


Compartilhar:

Deixe seu Comentário