Em evento evangélico, Bolsonaro critica ideologia de gênero

O pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro compareceu, nesse domingo (29), ao 36º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora, em Balneário Camboriú, Santa Catarina.

Em sua fala, o presidenciável disse entender que “o Brasil precisa eleger um homem ou uma mulher que seja honesto, patriota e, acima de tudo, tenha Deus no coração”. Bolsonaro reconhecer que “o Estado é laico”, mas ponderou que “a grande maioria da população é judaico-cristã”.

O socialista liberal ainda criticou a ideologia de gênero e foi ovacionado pelo público aos gritos de ‘mito’.

“Não existe coisa mais maravilhosa do mundo do que ter uma filha. Por muitas vezes o homem torce por um garoto, mas depois que ele sente a graça de ter uma menina, ele vira bobo. Mas essa é a família brasileira. Esses valores não podem ser apagados pela política. Não podem querer botar na cabeça de nossos filhos que eles vão decidir se vão ser menino ou menina depois de 13, 14 anos de idade”, declarou Bolsonaro.

 

Compartilhar:

Deixe seu Comentário